sábado, 18 de fevereiro de 2017

A INFLUÊNCIA DAS ACADEMIAS NA GERAÇÃO DE HOJE

Atingir a perfeição é uma das ambições mais antigas dos seres humanos. Afinal, com ela vem a toda pompa e circunstância que todos querem. Afinal quem não quer atenção e olhares de admiração. Já a definição de perfeição é algo que depende de muitos fatores que mudam de acordo com os tempos e valores pregados pela sociedade.



Muito do que se cobiça tendo como objetivo a perfeição é a beleza. Beleza essa que tem valores mutáveis e que hoje o padrão parece chegar a um consenso de que significa quilos a menos e músculos bem torneados. E como aceitação é sempre um fator importante, sobretudo para os jovens, é bem fácil encontrar aqueles que estão lutando pelo pedaço de admiração que lhes cabe. Muitos deles estão nas academias, gastando as energias e os modelitos de ginástica puxando ferro e fazendo exercícios em busca daquilo que o fará feliz.

E aí começa a enxurrada de divulgação digital com #projetoverao, #projetobundadura, benefícios do whey, e #partiuacademia. Ok, brincadeira, essa é só a parte chata da coisa, mas na prática o ambiente e a motivação dos praticantes parece ser contagiosa.

A influência da cultura das academias parece ser bem forte na geração atual. Embora ainda não tenha sido feita nenhuma divulgação sobre pesquisas nesse sentido, o fato é que é bem fácil notar o quanto a cultura do fitness e do whey protein vem deixando suas marcas. É bem difícil não encontrar quem não esteja falando em dietas, exercícios, séries de musculação e benefícios dos shakes. Em uma boa parte do tempo o assunto não busca apenas o seu público-alvo, mas também age como uma tremenda forçação de barra.

A influência das academias pode na geração atual ser bem vinda se tudo se resumir a uma questão de vontade, ou seja: bom senso. Há quem não se ligue nos limites impostos pelo próprio corpo ou simplesmente quer se forçar a um padrão que pouco tem a ver com o próprio, ou ainda quem apenas quer fazer isso em busca dos olhares de admiração alheios, colocando sua saúde em risco. Isso é bem comum nos jovens, pois a maioria deles vive na busca pela aceitação da sociedade. Uma sociedade que aliás tem padrões bem rígidos a despeito de contemplarem somente uma minoria.

Muita gente vê as academias como uma espécie de “campo de concentração.” Não é difícil entender a sensação de se sentir oprimido e inadequado quando se é um novato neste ambiente ou quando as pessoas que estão em volta estão totalmente concentradas no objetivo do corpo perfeito. Porém, não se engane: na prática, tudo depende de uma questão de ânimo, vibe e maturidade. Afinal, a vaidade tem limites. No fim, o que conta mesmo será o bem estar. Tenha força de vontade e vá com calma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário